Passeio pela Floresta Amazônica: uma experiência única

      Comentários desativados em Passeio pela Floresta Amazônica: uma experiência única

O Brasil é realmente um lugar imenso, cheio de paisagens lindíssimas e lugares incríveis para visitar. E para quem gosta de entrar em contato com a natureza uma das melhores escolhas é optar por passeios na Floresta Amazônica, lá você vai ter uma experiência única e ainda verá os lugares mais inesquecíveis de todo o mundo.

O local é realmente um paraíso para as pessoas que tem sede de aventura.  Os hotéis já criam um ambiente completamente diferente, a maioria deles se encontra na selva, onde é possível ver lindas paisagens pertinho de seu quarto.

Passeio pela Floresta Amazônica

Alguns dos mais conhecidos são o Amazon Ecopark, Amazon Lodge, Amazon Tupana Lodge, Anavilhanas Jungle Lodge, Gavião Lodge e muito mais. Quase todos estão localizados a margem dos rios da região, o que deixa o passeio ainda mais especial. O nascer e o pôr do sol acabam sendo um verdadeiro espetáculo já dentro de seu hotel.

Quando o assunto são os passeios são muitas possibilidades de passeios na floresta Amazônica um deles é fazer um Tour de noções de sobrevivência na selva. Com saída do Píer do Hotel Tropical ele tem destino a Vila do Tupé. Ele consiste em uma caminhada na selva de aproximadamente duas horas de duração.

Durante esse período o visitante recebe instruções de como: construir pequenas armadilhas e como reconhecer plantas medicinais e frutíferas. Ainda é realizada uma visita à vila indígena, para que as pessoas consigam conhecer suas tradições e modo de vida. Esse passeio é feito das 8:30 da manhã até às 13:00 horas da tarde e acaba sendo uma experiência única.

Na região também existe um passeio na Floresta Amazônica que é chamado de pacote onça. Ele é ideal para aquelas pessoas que não estão hospedadas em um Lodge, mas em Manaus, mas ainda sim desejam conhecer os rios do Amazonas, Florestas e outras atividades. Ao chegar no destino do passeio o viajante terá que entrar em uma canoa motorizada.

Com duração de três horas, o turista vai aprender sobre a Flora, Fauna e muito mais da região, o almoço é realizado na casa do nativo e ainda tem um tempo para relaxar no local. Na continuação do passeio a pessoa terá a oportunidade de nadar com os botos de água doce, uma experiência incrível.

E ainda explorar os lugares alagados, observando alguns animais, como preguiças, pássaros e macacos. Conseguindo parar em algum lugar para pescar as famosas piranhas, conseguindo no final da tarde até aproveitar o pôr do sol no rio.

E as aventuras nos passeios na Floresta Amazônica não param por aí. Quando a noite cai, aproximadamente às 18:30 horas começa a maior aventura do dia, encontrar os jacarés. O guia mostra para os visitantes um pouco mais sobre a vida do animal.

Há até a possibilidade de segurar o bichinho para fazer algumas fotos. O retorno para Manaus acontece aproximadamente às 20 horas da noite. Aonde o turista consegue descansar e lembrar as ótimas memórias do dia.

Eucalipto ou seringueira – qual a melhor opção?

      Comentários desativados em Eucalipto ou seringueira – qual a melhor opção?

O agronegócio tem uma grande rotatividade em suas diretrizes e atividades mundiais. Ao lembrarmos das aulas de história, nos daremos conta que já existiram vários ciclos diferentes de agricultura, como: o ciclo do café, do açúcar, da borracha, isso só para falar de matérias geradas no Brasil e que impactaram muito nossa economia e história.

Mas também poderia citar o ciclo de comércio de especiarias, frutos e muitos outros. Essas mudanças dos ciclos do agronegócio, respondem não só a demanda e a variação do mercado, mas também são afetados pela natureza e o solo das plantações, que muitas vezes após ser muito explorado, passa a não ser mais perfeito para o cultivo de algumas matérias.

Eucalipto ou Seringueira: Novos comércios

Qual é o melhor investimento: seringueira ou eucalipto?

Levando em conta essas mudanças e ciclos, grandes fazendas atualmente plantam e comercializam árvores para diferentes fins. Como poe exemplo aqueles que plantam Eucalipto, muito usado como uma madeira básica na indústria de construção. Ou até mesmo os que plantam Seringueira, que até hoje é usada para a produção da borracha. A opção por plantar uma ou a outra é difícil, pois os dois mercados estão indo muito bem e o lucro é praticamente certo. Entretanto, existem algumas diferenças e peculiaridades no plantio de cada uma, que deve ter a atenção dos empresários.

Características da Seringueira e do Eucalipto

O Eucalipto, como um primeiro exemplo, pode render 6 vezes mais lucro do que a pecuária tradicional de gado. No entanto, não podemos esquecer que essa árvore só poderá ser cortada, após passar um período de crescimento que demora 6 anos. Ou seja, após um investimento inicial para o plantio das mudas de Eucalipto, os primeiros lucros só surgirão após 6 anos de atividade. Como vantagem desse negócio está o fato de que para o uso da construção civil, essa madeira é extremamente requerida e apesar de crises, o investimento do setor de construção sempre é muito alto. Além desse segmento, outro mercado que adquire o Eucalipto, é a indústria produtora de celulose, sendo um dos mercados que mais geram lucro no agronegócio mundial.

Conheça as vantagens do cultivo de duas espécies de árvores diferentes

Já para a Seringueira é necessário um investimento maior inicialmente. E é mais um caso que só começará a gerar lucro após um período de 6 ou 7 anos. Entretanto, como uma grande vantagem, a árvore “sangra” durante o ano todo, produzindo sempre, só parando nos meses de Agosto. Outra vantagem dessa árvore em relação ao Eucalipto é o fato de que ela pode ser explorada durante 40 anos. Ao passo que a outra, só durará 20 anos, resultando em apenas 3 colheitas em toda sua vida útil.

Portanto, vale muito a pena investir em qualquer uma dessas produções. Mas analise bem seus objetivos e desejos, assim poderá tomar a decisão correta baseada nas peculiaridades, vantagens e desvantagens de cada um dos segmentos.

Fonte: seringueira.com

Amazonas, o pulmão do mundo

      Comentários desativados em Amazonas, o pulmão do mundo

A região da floresta amazônica é uma gigantesca e exuberante zona florestal. Considerada um patrimônio e uma riqueza de todos os seres humanos, os brasileiros são privilegiados por terem em seu território a maior parte desse grande verde.

A área ocupada pela floresta representa mais da metade das florestas tropicais restantes do planeta e é o lar de mais da metade das espécies de plantas e animais do mundo. Possuindo uma vasta e belíssima fauna e flora, com a presença de milhares de espécies de animais, plantas, flores, frutos e rios, a região também é território de muita cultura e o berço da civilização dos índios em todo o território da América do Sul.

Saiba um pouco mais sobre o pulmão do mundo

Como símbolos da grandiosidade dessa floresta, podemos citar seus rios e afluentes, grandes quantidades de água que levam vida à toda sua biodiversidade. Entretanto, dentre eles, um é especial e leva exatamente o mesmo nome da floresta, o rio Amazonas.

O Rio Amazonas

A bacia do rio Amazonas cobre 40% da América do Sul. Sendo assim, é muito famosa não só por causa de seu tamanho, mas também porque engloba a maior, mais original e mais magnífica floresta tropical do mundo.

A floresta amazônica funciona como uma máquina de ar gigante que absorve uma grande quantidade de dióxido de carbono e produz oxigênio. É por isso que muitas vezes é chamado de “Pulmão do Mundo”. Correndo pela floresta, o rio Amazonas é o segundo rio mais longo do mundo. Sendo o maior, quando a medição trata-se só do fluxo de água.

Por que a floresta amazônica é o pulmão do mundo?

Além disso, existem mais de mil afluentes do rio Amazonas. Que se assemelham a capilares do “Pulmão do Mundo”, alimentando a maior floresta tropical da Terra. Um dos aspectos mais fascinantes da Amazônia são suas “plantas medicinais”.

É uma exuberante floresta tropical com árvores densamente localizadas com trepadeiras e videiras. De cima para baixo, cada camada da floresta é vibrante com a vida. Não é surpreendente que os materiais para mais de um quarto dos medicamentos do mundo vêm das plantas aqui. Em média, uma espécie nova é encontrada na Amazônia a cada três dias. Ainda assim, estima-se que existem mais de vinte mil tipos de plantas desconhecidas. Na bacia amazônica, a biodiversidade das espécies de plantas é a mais diversificada da Terra. Portanto, a floresta amazônica também é considerada como a casa do tesouro botânico mundial.

Vamos cuidar bem do “Pulmão”

Todos sabem dos problemas de desmatamento que a Amazônia enfrenta, então cabe a todos nós brasileiros, a consciência de preservação desse tesouro. Pois algo grandioso assim, já não pertence mais a um só povo, e sim a qualquer cidadão que habita no planeta. E que pode um dia ser beneficiado pelo ecossistema do “Pulmão do Mundo”.

Belíssimas florestas tropicais. Conheça as florestas tropicais mais famosas do mundo

      Comentários desativados em Belíssimas florestas tropicais. Conheça as florestas tropicais mais famosas do mundo

O Brasil está repleto de belezas naturais pelas quais nosso território foi abençoado. As nossas florestas tropicais são famosas em todo o mundo e atrai muitos turistas anualmente.

Mas além do Brasil, muitos outros países exibem com orgulho suas próprias florestas e além disso, realizam muitos esforços para mantê-las vivas. Hoje iremos falar especificamente das florestas tropicais e para começar, do que se tratam as florestas tropicais?

O que são florestas tropicais

A principal característica de uma floresta tropical é a sua biodiversidade. Com uma extensa gama de plantas e animais que por vezes ainda são desconhecidos dos seres humanos. Seu solo também é extremamente fértil, justamente por ser rica nessa variedade de seres que nela habitam.

As florestas tropicais ainda são caracterizadas por árvores muito altas e antigas, muitas sombras e um índice de umidade bastante elevado.

Agora que já sabemos basicamente sobre uma floresta tropical, vamos admirar essas maravilhas da natureza ao redor do mundo:

Sinharaja (Sri Lanka)

As belíssimas florestas tropicais

Sinharaja é um grande parque no Sri Lanka. Foi salvo da maioria das atividades madeireiras no país devido à sua inacessibilidade e em 1978, a UNESCO instituiu o título de Patrimônio da Humanidade. Hoje, a floresta virgem é um tesouro de flora e fauna nativas do Sri Lanka, algumas delas endêmicas da ilha.

Daintree (Austrália)

A riquíssima floresta Daintree na Austrália

Ao longo da costa nordeste da Austrália, nas margens do rio Daintree, encontra-se uma densa floresta tropical. A floresta, conhecida como Daintree Rainforest, é um dos ecossistemas mais complexos na Austrália e, de fato, em qualquer lugar da Terra. Apesar de cobrir menos de 1% da massa terrestre australiana, a floresta contém 3% de espécies de rãs, répteis e marsupiais. Além de 7% de espécies de aves e 90% de espécies de morcegos e borboletas na Austrália. É também o lar de muitas espécies primitivas e antigas, estimada em cerca de 110 milhões de anos.

Harapan (Indonésia)

A biodiversidade e a raridade dos animais das florestas tropicais

Na ilha de Sumatra, no Pacífico Sul, uma faixa de terra de 98.555 hectares compõe a floresta tropical Harapan na província de Jambi. A floresta é extremamente biodiversa, abrigando cerca de 300 espécies diferentes de aves, o tigre de Sumatra em extinção e o rinoceronte de Sumatra.

Monteverde (Costa Rica)

Saiba porque milhares de turistas visitam a floresta Monteverde na Costa Rica

Um tipo peculiar e especializado de floresta tropical é conhecido como a “floresta de nuvens”. As florestas da nuvem são ecossistemas importantes e delicados. Monteverde em Costa Rica é uma dessas florestas de nuvem. Talvez a mais famosa das poucas florestas de nuvens ao redor do mundo. Cerca de 70.000 turistas visitam a reserva a cada ano. Atravessando trilhas bem conservadas e descobrindo a riqueza da flora e fauna da região, incluindo mais de 500 espécies de orquídeas e 161 espécies de répteis e anfíbios.

Floresta Amazônica (Brasil)

Amazônia: o tesouro brasileiro

Claro que não podia faltar o nosso tesouro. Esta floresta tropical cobre a maior parte da bacia do rio Amazonas na América do Sul. A floresta se estende através de 9 dos 14 países sul-americanos. O Brasil abriga cerca 60% da floresta, a maior parte. Representando mais da metade das florestas tropicais remanescentes do mundo, a Amazônia é facilmente a mais conhecida floresta tropical da Terra. É também a maior, com cerca de 390 bilhões de árvores.

O transporte rodoviário no setor agropecuário

      Comentários desativados em O transporte rodoviário no setor agropecuário

Podemos pensar o setor agropecuário apenas com suas grandes plantações, trabalhadores, maquinários e por último, o produto em nossas mesas e geladeiras. Entretanto, poucas vezes realmente paramos para pensar em como esse projeto acontece em sua totalidade.

O transporte rodoviário no setor agropecuário, é o mais utilizado para escoar a produção e levá-la até os fornecedores e/ou consumidores finais. Entretanto, essa forma de transporte, como tudo, tem suas vantagens e desvantagens. Porém, da forma como o mercado é estabelecido no nosso país, o transporte rodoviário é mais maléfico do que benéfico ao fim das contas. Inicialmente é difícil compreender o motivo, mas esse artigo explicará logo a seguir.

O que influencia o transporte rodoviário do setor agropecuário

Transporte Rodoviário:o meio mais caro

Ao contrário do que podemos imaginar inicialmente, o meio de transporte terrestre, através das rodovias do país, é o mais caro. Pois, para a manutenção das estradas, dos veículos, combustíveis e outros gastos a mais, são necessários muitos trabalhadores, um grande volume de tempo e um constante cuidado.

O asfalto é derivado do petróleo, sabemos que o valor desse combustível é sempre variável e sujeito a crises. Portanto, a produção do asfalto pode se tornar cara e sua manutenção deve ser constante, por conta do uso frequente por veículos grandes, pesados e pequenos. Além disso, muitas vezes o asfalto costuma abrir buracos ou ceder como o resultado de fortes chuvas.

Você sabia que o preço do transporte rodoviário influencia no preço do produto?

O transporte rodoviário tem como vantagem o de transportar as produções de “ponta-a-ponta” ou seja, buscar a mercadoria na sua produção e levá-la até o destino final, sem precisar carregar e descarregar mais de uma vez ou de enfrentar outros problemas logísticos. Acontece que, esse meio é utilizado para cobrir distâncias menores e como o Brasil é um país com um território enorme, o transporte terrestre se torna desvantajoso. Ainda mais quando comparamos aos meios ferroviário e hidroviário. Conseguimos elucidar ainda melhor essa questão ao compararmos com países desenvolvidos e como estes que escoam suas produções.

Transporte Rodoviário:como otimizá-lo?

Apesar de todos os problemas que esse meio de transporte possui, ele pode e deve ser utilizado de forma vantajosa. Para isso, é preciso suprir uma grande defasagem brasileira: a péssima qualidade de suas rodovias.

Saiba vantagens e desvantagens do transporte rodoviário

Ao tornar as rodovias melhores, mais seguras e rápidas, automaticamente esse meio de transporte terá um grande ganho de qualidade e também se tornará mais em conta. E tudo isso, resultará em mercadorias mais baratas também para nós, consumidores finais.

Se o país investir na reforma e manutenção das rodoviais e utilizar também o meio ferroviário e hidroviário, todos ganharão, desde os empresários, os trabalhadores e os cidadãos, que receberão melhores produtos, mais frescos e baratos.

Agradecimentos a Carrocerias Boiadeiro pelas informações prestadas.

O poder das florestas brasileiras

      Comentários desativados em O poder das florestas brasileiras

Ao passar dos anos, com a industrialização e o desenvolvimento econômico do Brasil, a população que outrora era maior nos campos, migrou em grande parte para as cidades. Que por sua vez se transformaram em grandes metrópoles.

Assim, passamos a ser cidadãos mais urbanos. E com uma vida tão corrida nas grandes cidades brasileiras, acabamos também perdendo um pouco daquela conexão com o campo e as zonas de florestas do país. Entretanto, se pararmos para estudarmos ou mesmo visitarmos esses locais, conseguiremos compreender o poder das florestas brasileiras e quão imponente são suas regiões.

A biodiversidade das florestas brasileiras

O poder da Amazônia

Talvez por não pararmos muito e refletirmos sobre o tema, acabamos esquecendo ou mesmo dando pouca relevância para a floresta amazônica. O fato é que, nosso país foi abençoado por possuir a maior zona de floresta do mundo. Por isso, a Amazônia é conhecida como o pulmão do planeta.

Através dela possuímos uma diversidade espetacular de flores e plantas, as quais podem ser utilizadas para decorações, fins medicinais e alimentares. Também conseguimos ter o acesso à uma grande e variável fauna, com animais maravilhosos. E não podemos nos esquecer ainda dos imensos rios, que além de sua beleza, além de fornecerem vida para os animais e plantas, também são utilizados como transporte para conectar as pessoas que lá vivem.

Onde estão as florestas brasileiras?

O poder das florestas que renascem

Através de muitos anos, o Brasil sistematicamente desmatou suas florestas. Não podemos esquecer que além da floresta amazônica, também possuímos outras grandiosas zonas de florestas, como o Pantanal e a Mata Atlântica. Entretanto, essas zonas florestais demonstram toda sua força e poder, quando mesmo devastadas e completamente “mortas”, conseguem responder aos primeiros sinais de sobrevida que lhes são fornecidos.

Através do reflorestamento de matas e espécies nativas desses locais, foi comprovado que logo após os plantios e o crescimento de suas árvores, a floresta foi capaz de “renascer”. E por si só, restabelecer seu ecossistema, inclusive com a volta de animais que frequentavam seus espaços e de rios e córregos. Fato esse que tem sido visto e comprovado em diversos projetos espalhados pelo país.

O reflorestamento de florestas nativas

As zonas de florestas são dádivas da natureza que nos fornecem grandes formas de subsistência, diversão (pois também podem ser exploradas por um turismo consciente) e uma melhor qualidade de vida. Entretanto, precisamos ter uma forte consciência em preservar esses locais e conseguirmos utilizarmos deles da melhor forma possível. Assim feito, essas florestas serão capazes de mostrar todo o poder que elas possuem.

Como anda o reflorestamento no Brasil

      Comentários desativados em Como anda o reflorestamento no Brasil

A necessidade de um estruturado plano de reflorestamento para os terrenos brasileiros é inegável. Seus benefícios para o solo também, mas por que o reflorestamento ainda é um problema nas terras do nosso país?

Infelizmente o que sempre move e sempre moverá o rumo dos investimentos de qualquer negócio é o lucro. E poucos donos de terras e fazendeiros irão optar por livre e espontânea vontade no “bom uso” das terras se isso não tiver uma vantagem lucrativa para ele.

A importância de investir no reflorestamento de florestas

No entanto a situação vem mudando, mesmo que a passos lentos. Tudo como fruto de leis e incentivos ficais criados justamente para apoiar empresários e fazendeiros a aderirem ao reflorestamento como negócio.

Mas vamos começar do começo, afinal…

Do que se trata o reflorestamento?

Basicamente, o reflorestamento consiste a reposição de vegetação em locais que anteriormente foram desmatados.

Os benefícios do reflorestamento vão desde o aumento de empregos diretos e indiretos até a diminuição da pressão sobre as florestas nativas e proteção da superfície do solo. Tudo isso, consequentemente gera uma maior biodiversidade e produção de oxigênio.

O Brasil está entre os países com mais florestas plantadas. Mas isso ainda é pouco perto do ideal para o vasto território que temos em nossas mãos.

Reflorestamento como negócio

Apesar da técnica de reflorestamento de espécies como eucalipto serem muito antigas, esse modelo vem ganhando força como negócio só nos dias de hoje. Atualmente, com incentivos governamentais voltados para esse tipo de plantação, empresas estão enxergando oportunidades onde até então não existiam.

Reflorestamento pode ser lucrativo

Hoje, o reflorestamento surge, por exemplo, como uma saída para a crescente demanda de madeira serrada no mercado.
Sem contar na possibilidade de reinserção de madeiras “raras” que podem voltar a serem comercializadas. Com essas e outras justificativas, o reflorestamento vem ganhando força como modelo de negócio bastante lucrativo.

E o governo no meio disso tudo?

Podemos dizer que o governo possui participação considerável nessa previsão. No início desse ano, por exemplo, foi criada a Proveg (Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa). A instituição terá envolvimento na meta de restaurar milhões de hectares de florestas além de contribuir na regularização ambiental das propriedades rurais.

Políticas públicas para incentivar o reflorestamento

Basicamente, a criação dessa instituição vem como forma de contribuir em alguns pontos-chave:

  • garantir o cumprimento de políticas públicas já existentes;
  • estimular a criação de incentivos financeiros;
  • estabelecer de mercados para produtos e serviços gerados a partir da recuperação da vegetação nativa.

No entanto, no campo das ideias tudo pode ser belo e aplicável. O desafio é analisar como todas essas projeções e metas públicas e privadas continuarão se cumprindo com o passar dos anos. E como isso poderá ser efetivo e trazer bons resultados para a recuperação do nosso solo.